Moto Royal Enfield

 

CONHEÇA A verdadeira HISTÓRIA DE MOTOs ROYAL ENFIELD

 

Você sabia que a Royal Enfield é uma marca Inglesa e que está no mercado há mais de 100 anos? 

 

 

A Moto Royal Enfield origem da junção do nome de um cliente e da cidade natal de outro cliente. Sua história começa em Ridditch, Inglaterra no ano de 1891, com a fabricação de bicicletas, peças de reposição para máquinas de costura e peças para rifles. 

Seus primeiros veículos lançados foram no ano de 1899, sendo um triciclo e um quadriciclo.

Desde então deu se início à fabricação das motos Royal Enfield e não parou mais.

Se tornou líder de vendas até 1915 e pioneira no desenvolvimento de projetos inovadores mecânicos. Com a chegada da Primeira Guerra Mundial toda produção da Moto Royal Enfield foi destinada ao exército.

Somente em 1930 a fábrica retoma a produção e lança novos modelos como a lendária moto Royal Enfield Bullet. 

 Um dos primeiros modelos com suspensão traseira foi lançado em 1949, nascia então a Bullet 350cc monocilíndrica e logo em seguida a 500cc que se tornaram a menina dos olhos de ouro da época. A demanda pela moto cresce e a India faz encomenda de grandes quantidades, obrigando a fabrica Ridditch aumentar a produção e conseguentemente se associando a um parceiro de negócio para expandir a fabricação em massa.

Assim teve início a fabrica de motos Royal Enfield na Índia, inaugurada em Chennai e iniciando o processo de produção. No ano de 1962, a empresa foi vendida na Inglaterra, mas a produção continuou na Índia.

No ano de 1984 a moto Royal Enfield Bullet volta à Inglaterra e ao mercado europeu, mas desta vez fazendo parte de um grupo industrial indiano.

Sempre pioneira, em 1993 é lançada a primeira moto Royal Enfiel a diesel do mundo.

 

Royal Enfield - Referencia em inovação e tecnologia 

 

Um novo motor foi desenvolvido no final de 1998 para melhorar o desempenho das motos Royal Enfield.

No ano de 2008 é desenvolvido um novo motor para atender as normas de emissões europeias. Foi apresentado na Alemanha o motor EFI com injeção eletrônica de combustível, monocilíndrico, construído em uma única peça.

Toda família Royal Enfield atualmente utilizam o motor EFI, da famosa Electra até a Classic 500 e a 350 Classic. Possuem um projeto moderno, com linhas clássicas e charmosas, abrindo caminho para o mercado internacional, marcando uma nova etapa na história da marca .

 Atualmente, na América Latina, a  Royal Enfield está presente no Brasil, Argentina, Colômbia e Equador.

As Motos Royal Enfield se mantém no mercado por mais de 120 anos com seu estilo clássico, recheada de tecnologia e inovação. 

 

Royal Enfield chega ao Brasil com motos mais potentes

 

 

Conheça as duas novas motos que a Royal Enfield traz ao Brasil, a Continental GT 650 cc e a Interceptor 650 cc. 

 

 Até o momento, a moto Royal Enfield a venda no mercado brasileiro é a Himalayan, de 411 cilindradas, e a Classic e a Bullet, de 500. A chegada dos 2 novos modelos traz novos ventos a trajetória da marca no Brasil. Os 2 tipos de motor são monocilíndricos e mais simples. Mas tanto a moto Royal Enfield Interceptor como a moto Royal Enfield Continental chegam com o motor bicilíndrico e de 650 cc com mais potência e mais estável. 


O lançamento das duas motos Royal Enfield 2020 fazem parte da estratégia da fabrica de atingir um público com maior poder aquisitivo e mais exigente. A meta global é se tornar líder no segmento de motos na categoria de média cilindrada e aumentar a presença em outros países. 

Como verdadeiros amantes das Duas Rodas torcemos para que o Grupo Royal Enfield Brasil se solidifique fortemente no país. Já é possível encontrar uma concessionária Royal Enfield no Rio de Janeiro, assim como peças e acessórios para personalizar os últimos lançamentos da marca. 

Desejamos vida longa a Royal Enfield RJ.